Os Trilhos

20 de outubro de 2014 0 Por Prado Trens

Os Trilhos

Os trilhos (português brasileiro) ou carris (português europeu) são perfis de aço laminado, dispostos de forma paralela entre si, sobre dormentes (português brasileiro) ou travessas (português europeu), ou sulipas (designação antiga em Portugal), as quais são peças de madeira, de concreto (português brasileiro) ou betão (português europeu) armado, de aço ou ainda de polimeros. Os trilhos ou carris são fixados sobre os dormentes ou travessas através de elementos de fixação, compostos por grampos ou tirafundos. As travessas ou dormentes assentam por sua vez em cima de brita (português brasileiro) ou balastro (português europeu), composto por rochas trituradas em granulometrias definidas. O conjunto forma as denominadas vias-férreas por onde podem circular trens(português brasileiro) ou comboios (português europeu), bondes (português brasileiro) ou eléctricos (português europeu),automotoras (português europeu) ou litorinas (português brasileiro). Os trilhos ou carris também podem ser utilizados para formar o caminho de rolamento de uma ponte rolante.

É comum atribuir a designação de trilho ou carril a qualquer dispositivo que permita o guiamento ou o suporte e o guiamento de rodas, ganchos ou outros. Assim, em português do Brasil, as portas de correr têm trilhos, e também as cortinas, mas em português europeu as cortinas e os bancos de automóvel têm calhes ou guias.

Vários perfis de carril

Partes

  • a cabeça, cuja face superior constitui a mesa de rolamento;

  • a alma, parte vertical ligando a cabeça à patilha;

  • a patilha, base inferior que assenta sobre as travessas, alargada e oferecendo resistência à alteração da inclinação transversal dos carris.

O perfil de carril mais comum utilizado na ferrovia é o designado perfil “Vignol”.

  

 

Fonte: http://www.wikipedia.org.br

Postado em: 20/10/2014

NOVO SITE E LOJA VIRTUAL PRADO TRENS