As Locomotivas EMD SD-40 – PARTE 1

23 de junho de 2015 0 Por Prado Trens

A Locomotiva EMD SD-40 – PARTE 1

A EMD SD40 é uma locomotiva Diesel-Elétrica de 6-eixos construída pela General Motors Electro-Motive Division entre Janeiro de 1966 e Julho de 1972. Junto com a SD45, elas inauguraram a nova geração de motores, com 645cc, substituindo a antiga geração, com 567cc. A força era fornecida por um motor 645E3 de 16-cilindros que gerava 3000 hp (2,2 MW). Locomotiva produzida pela Electro-Motive Division.

BNSF_6367_EMD_SD40

EMD SD40

Esta locomotiva partilha da mesma base que a SD38, SD39, SDP40, e SD45. Foram produzidas 883 unidades desta locomotiva para as ferrovias americanas, 330 foram construídos para ferrovias canadenses e 62 foram construídos para ferrovias mexicanas. O primeira unidade de teste da SD40, EMD 434, construída sobre uma base de SD35, em Julho de 1964 ainda roda, embora com melhorias, como Illinois Central / Canadian National 6071. 6 unidades veio para o Brasil em 2001 junto com as ex SD45R da SP, já reformadas e repotencializadas pela NREX para o padrão SD40-3MP.

A SD40 foi sucedida por uma versão atualizada da Dash 2 chamada de SD40-2.

EMD SD40M / 40M-2 / 40M-3

Em 1966 a RFFSA encomendou junto com as 45 SD38M quatro locomotivas SD40M, diferenciando basicamente o motor 16-645-E3 (turbo-alimentado) com 3300 HP brutos. No inicio elas puxavam os mesmos trens das SD38M, mais tarde essas locomotivas foram destinadas principalmente aos trens de minério, na Linha do Centro , Ramal do Paraopeba ,Ferrovia do Aço e Ramal de Mangaratiba-RJ , até Guaíba. Também o trem noturno de passageiros. A 3702 foi acidentada e sucateada depois de um acidente na Linha do Centro em 1977.

Elas chegaram com a pintura da RFFSA-Central vermelha com faixas amarelas, como nas SD38M, e não a faixa baixa como nas SD40-2.

Foram montadas com estrado mais curto, o mesmo usado nas SD35, escadas modificadas para facilitar a inscrição nos raios de curvas apertados e a buzina montada em cima do para-brisas do maquinista provavelmente por restrição em túneis da Linha do Centro e Ramal de São Paulo. Por conta dessas alterações elas possuem o M no nome do modelo para designar que ela sofreu a mesma modificação das SD38M.

Em 1989 fazendo parte do programa Prolocos a RFFSA deu inicio a modificação das 3 SD40M restantes para SD40M-2 ,essas modificações foram feitas pela Villares em Araraquara -SP, depois das modificações elas ficaram equivalentes as SD40-2, com o mesmo peso, e sistemas no motor diesel.

Durante a reforma da Villares elas foram modernizadas para o mesmo padrão das SD40-2, sendo as principais alterações na parte elétrica para o padrão -2, lastreadas de 163 para 180 toneladas, modificação do freio dinâmico para modelo com faixa estendida e melhoria das timonerias de freio dos truques.

Por esse motivo a alteração do modelo para SD40M-2. Em 2008 a unidade (Sigo) #5203 foi novamente modernizada, hoje sendo denominada SD40M-3.

Parte 2 em Breve…

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/EMD_SD40

Data: 23/06/2015